Apoio ao Cliente 08:00 -20:00 (Segunda - Sexta)
213 191 520

Apoio ao Cliente 09:00 -15:00 (Sábado)
213 191 520

TUI DE

Grandes programas sem pisar a areia da praia

Serra de Tramuntana
Parque Natural de Sa Dragonera
Lagartixa de Sa Dragonera
Cabo de Formentor
Miradouro Cabo Formentor

Maiorca é muito mais do que praias e angras. Os lugares do interior da ilha são a alternativa perfeita para aqueles que não apreciam areia e o guarda-sol.
Com as suas águas cristalinas e praias de areia fina, a costa maiorquina atrai turistas nacionais e internacionais. Mas existem outras alternativas e razões para visitar a ilha e continuar a contemplar o Mediterrâneo. Todas sem necessidade de molhar os pés, pelo menos com água salgada. Descubra os montes da ilha, os cabos e parques protegidos, entre os quais a serra de Tramuntana – o principal sistema montanhoso das Ilhas Baleares – desempenha um protagonismo especial.

Um dos tesouros destas paragens é Sa Dragonera, uma ilha a sudoeste de Maiorca, da qual se separa por um pequeno canal com cerca de 800 metros de comprimento. Deve o nome à abundância de lagartixas (‘dragones’ em catalão) que se veem pela zona. Esta ilhota linda, juntamente com outras duas, Es Pantaleu e La Mitjana, formam, desde 1995, o Parque Natural de Sa Dragonera. A área do parque é de 274 hectares e conserva-se praticamente virgem. É possível apanhar um barco no porto de Maiorca e percorrer boa parte do Parque.

Na costa mais setentrional da ilha está o cabo de Formentor. No anos 50 foi inaugurada uma estrada que serpenteia a zona e a partir da qual se contemplam as impressionantes vistas dos alcantilados, graças a uma série de miradouros espalhados ao longo dos dezoito quilómetros do trajeto. A melhor forma de conhecer a zona é subindo as escadarias que o levam de miradouro em miradouro. A partir de Sa Creueta, a 232 metros de altura, observa-se a ilhota do Colomer e a atalaia do Albercuix, construída no século XVI para defender a ilha dos piratas. No final da estrada encontra-se um farol com vistas para Cap Ferrutx e, junto ao cabo, o luxuoso hotel com o mesmo nome.

Na serra de Tramuntana há um recanto onde a água não para de jorrar e o bosque parece inundar-se. Isto deve-se ao fenómeno hidrogeológico de Ses Fonts Ufanes, declarado Monumento Natural. Na serra, é um dos passeios mais acessíveis, pelo que se pode fazer em família. O outro passeio a fazer é um ‘trekking’ simples pelo vale de Bunyola até Es Salt Des Freu, uma cascata a 411 metros acima do nível do mar. Para alcançar a cascata deve fazer um desvio na estrada que liga Bunyola e Alaró, sinalizado com um painel que indica ‘Santa María’. A partir daqui, até chegar à cascata, tem pela frente cerca de 20 minutos de caminho através dum bosque denso de azinheiras, pinheiros e oliveiras.

Na serra também se encontram as três grandes barragens de Maiorca: Cúber e Gorg Blau, a partir das quais se abastece de água a ilha, e Puig Major, que recebe a água do pico mais elevado da serra. As duas primeiras são conhecidas como os lagos de Maiorca. O maior terreno de águas superficiais é, no entanto, a Albufera, a norte da ilha. Este lameiro, declarado Parque Natural por causa do seu grande valor ambiental, está separado do mar por uma coluna de dunas. Pode ser percorrido a pé ou de bicicleta. Também se fazem roteiros guiados.

Os contrastes da paisagem maiorquina correspondem do melhor modo às expectativas dos amantes da natureza. A beleza da sua costa é internacionalmente conhecida, mas como bem diz o ‘slogan’ do Gabinete de Turismo da comunidade maiorquina, Maiorca é “muito mais”.

O fenómeno das Ses Fonts Ufanes

Nas Ilhas Baleares, as Fonts Ufanes são um fenómeno hidrogeológico natural único. Quando grandes quantidades de chuva se acumulam no maciço Puig Tomir e nos seus arredores, a água brota intermitente ou profusamente até às profundidades. Vai-se acumulando numa conduta que mantém a água até que as chuvas sejam muito abundantes e a faça transbordar. Cria-se, então, uma fonte que vai brotando sobre a quinta Gabellí Petit na localidade de Campanet, onde se encontra este local.

Rotas de caminhada em Maiorca

Existe uma grande variedade de rotas que permitem conhecer a ilha a pé. A de Mondragó, que começa no estacionamento de Sa Font n'Alis e termina na praia, é um passeio ligeiro e que se faz através de oliveiras-bravas, pinhais, garças reais e corujas. Por outro lado, os recantos do vale de Sóller podem descobrir-se através de vários circuitos de dificuldade média, que tanto se ligam ao porto como ao farol Cap Gros. A subida ao El Fumat, na serra de Tramuntana, requere mais esforço físico, mas as vistas compensam o esforço.

Top 5 Hotéis

Espanha, Maiorca, Palma

Es Princep

17 Dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento
Espanha, Maiorca, Palma

Convent de la Missio

17 Dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento
Espanha, Maiorca, Palma

Can Cera Hotel

17 Dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento
Espanha, Maiorca, Palma

Bo Hotel

17 Dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento
Espanha, Maiorca, Palma

Boutique Hotel Calatrava

17 Dezembro 2019, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento