308 801 562
Horário de funcionamento
24 horas
Chamada Local
TUI DE

Nem só do Oktoberfest vive Munique

Uma das tendas da Theresienwiese
Festival de Tollwood
Pessoas a beber numa tenda do Löwenbräu
Christopher Street Day
Recinto de Theresienwiese durante o Frühlingsfest

FHgitarre on VisualHunt /CC BY digital cat  on VisualHunt / CC BY jerome_Munich on VisualHunt / CC BY-ND gwiseba on Visualhunt.com/ CC BY-ND

Para além do muito conhecido Oktoberfest, a cidade de Munique vibra ao ritmo de muito outros eventos ao longo do ano. Alguns inclusive deixam de lado o lúpulo e a cevada.
A agenda muniquense está assinalada a vermelho noutros meses, para além de outubro. Por exemplo, na primavera e no verão, o Oktoberfest tem os seus ‘primos’ Starkbierfest e Frühlingsfest, eventos responsáveis pela promoção do elixir dourado.

O mais importante dos dois é o Starkbierfest. Este festival realiza-se durante a quaresma e, apesar de não ser conhecido no estrangeiro, é o único festival que faz concorrência ao muito conhecido festival que se realiza em outubro. É também o mais puramente bávaro, pois não assistem tantos turistas. A diferença deste festival em relação ao Oktoberfest, é que o Starkbierfest é realizado nas principais cervejarias da cidade, não num espaço especialmente preparado para a ocasião, e fabricam para o festival umas cervejas muito mais intensas. Deste modo o festival ajusta-se na perfeição ao nome do evento: “Festival da cerveja forte”.

Este festival começou a realizar-se na cervejaria Paulaner, localizada no número 5 da Kapuzinerplat. Hoje, continua a ser a mais frequentada durante este evento, apesar de também terem bastante afluência de público locais como Augustiner, na Neuhauser Strasse 27, e Löwenbräu, na Nymphenburger Strasse 2. Além disso, durante as datas do festival, também é possível comprar esta ‘starkbier’ nos supermercados. A mais forte de todas é a cerveja fabricada pela Hacker-Pschorr: a Animator, de tipo 'doppelbock' e de cor mogno profundo.

O outro grande evento de cerveja é o Frühlingsfest, que se organiza na primavera. O festival tem lugar em toda a Alemanha, mas em Munique realiza-se no mesmo espaço que se monta para o Oktoberfest. Assim, por esta ocasião, o prado de Theresienwiese volta a encher-se de cervejeiros que alternam as ‘mass’ de ‘pielsen’ com a música tradicional bávara e os postos de venda de feira.

À margem da cerveja, pelo menos no que diz respeito à motivação, realiza-se o Stadtgründungsfest. Este evento celebra o aniversário da fundação de Munique, uma cidade relativamente jovem, que festejou em 2008 o seu 850º aniversário. Habitualmente, esta celebração realiza-se em meados de junho e junta todos os anos mais de 300 000 pessoas. O programa das celebrações oferece desde bailes regionais, concertos e mostras de artesanato a feiras de cozinha bávara e obra de teatro. Os locais destas atividades são as ruas e praças do centro histórico da cidade, especialmente a Marienplatz.

Também no verão, nos princípios de julho, realiza-se a festa de Christopher Street Day, que reivindica os direitos dos homossexuais, bissexuais e transexuais. Este evento foi crescendo ano após ano em número de participantes até conseguir juntar milhares de pessoas. O epicentro das festas é a praça Marienplatz, que se enfeita para a ocasião com a bandeira do arco-íris.

Num âmbito mais cultural, encontram-se os festivais de Tollwood e Theatron. O primeiro realiza-se em dois locais diferentes: no inverno, nos recintos do Theresienwiese, e, no verão, no Olympiapark. Cada edição elege uma temática relacionada com a sustentabilidade e a responsabilidade social. Com o objetivo de despertar consciências, programam-se, durante um mês, conferências, atuações musicais, artes cénicas e feiras solidárias.

O Theatron, por seu lado, recebe gratuitamente no Olympiapark concertos de rock, pop, música clássica, hip hop e bandas alternativas. É habitual que os muniquenses frequentem as atrações da feira dos arredores e assistam às feiras gastronómicas.
Não há dúvida que Munique gosta de festas. Ao ar livre, quando o tempo permite, ou resguardadas nas suas cervejarias, quando o frio aperta. O clima nunca é um impedimento para se festejar nesta cidade cheia de tradições.

Os inícios da ‘starkbier’

A origem da cerveja com o sabor mais forte remonta ao século XVII, quando os monges da cidade decidiram fabricar uma cerveja mais intensa que lhes ajudasse a suportar melhor o jejum. A receita do que chamavam, antes, “pão líquido”, alterou-se substancialmente para dar maior importância aos açucares, às proteínas e ao amido. A ‘starkbier’, que se subdivide em bockbier’, ‘doppelbock’ – com o dobro de malta da 'bockbier' – e 'eisbock' – 'doppelbock' parcialmente congelada –, têm portanto uma malta mais densa e também uma graduação alcoólica maior. Chega a ultrapassar os oito graus.

O lado mais irlandês de Munique

Todos os 17 de março, Munique enfeita-se para festejar o padroeiro irlandês, São Patrício, naquela que é considerada a segunda maior celebração europeia deste santo. As festas começam no domingo anterior à data com um enorme desfile que tem início no Münchner Freiheit, perto do jardim inglês. Depois o percurso de dois quilómetros, tingido de verde, termina na Odeonsplatz. Durante toda a semana, os bávaros deixam de lado as suas cervejas para saborear as irlandesas Guinness. As cervejarias tradicionais cedem temporariamente à sua clientela os centrais pubs irlandeses, como Kennedy’s e o Killians.

Top 5 Hotéis

Alemanha, Baviera, Munique

Excelsior

31 Outubro 2018, 2 noites, 2 Pessoas, Pequeno-almoço
Alemanha, Baviera, Munique

LEONARDO HOTEL MUNICH CITY EAST

26 Outubro 2018, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento
Alemanha, Baviera, Munique

Das Palace

30 Outubro 2018, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento
Alemanha, Baviera, Unterhaching

NH München Unterhaching

31 Outubro 2018, 2 noites, 2 Pessoas, Só Alojamento
Alemanha, Baviera, Munique

Novotel München City Arnulfpark

28 Outubro 2018, 2 noites, 2 Pessoas, Pequeno-almoço